Associação de Surdos da Ilha de S. Miguel
Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2008
UMA QUESTÃO DEAMBULA POR AQUI. A DO SUCESSO ESCOLAR DO CIDADÃO SURDO.
É uma questão que nos envolve. E para a qual gostaríamos de ter uma resposta. Nos últimos vinte anos os alunos surdos tiveram uma taxa de sucesso igual à dos alunos não surdos? Foi mais alta? Foi mais baixa? E quais os motivos que explicam a diferença, se por acaso a taxa não é igual?
E quantos alunos surdos chegaram à universidade? Com uma taxa igual à dos não surdos? E se diferente, quais os motivos?
Será que o cidadão surdo está condicionado, ou canalizado, na sua aprendizagem?
E como do seu sucesso escolar depende muito a sua integração no mundo do trabalho, as respostas aos quesitos anteriores são muito importantes.
Alguém quer, aqui, contribuir com respostas?


publicado por asism às 18:19
link do post | comentar | favorito
|

3 comentários:
De In@rq a 18 de Fevereiro de 2008 às 20:29
Venho já dar o tal contributo, mas primeiro vou jantar .


Parece que já estou assim



De In@rq a 18 de Fevereiro de 2008 às 22:09
Acho muito interessante que se faça esse estudo. Saber o grau de sucesso escolar da comunidade surda.

Sei, por experiencia própria, que nem sempre as crianças surdas têm o sucesso escolar que delas seria esperado. Não por culpa das mesmas, nem das famílias, e, algumas vezes até, nem da própria escola.

Há uns anos atrás encontrei duas crianças surdas integradas numa turma em que o número de alunos era reduzido. Primeiro pensei que seria excelente, vendo do lado daquelas duas crianças (já projectos de adolescentes), mas, depois, já conhecendo um pouco mais a tal turma, acabei por ficar até revoltada. Realmente era uma turma com o número de alunos reduzido, mas, contudo, e na sua maioria, eram alunos problemáticos, com mais necessidades do que aquelas duas crianças. Ou seja, todos eles precisavam de atenção redobrada por parte dos professores que os acompanhavam.

Esta situação revoltou-me e muito, afinal aquelas duas crianças eram apenas surdas, não possuíam qualquer problema de sociabilização, e até estavam a ser acompanhados de perto por diversos especialistas, com famílias interessadas e a interagir com o a escola no desenvolvimento de seus filhos. Dizia muitas vezes: estariam bem melhor numa turma de 30 alunos.

Espero que esta situação que eu conheci não seja a regra nas nossas escolas. Que não se integre mais surdos em turmas problemáticas, atendo que aquela era (e não sei se ainda será) a única forma de diminuir o número de alunos por sala de aula.

Gostaria acima de tudo que tem voz nesta matéria olhasse para o surdo como sendo apenas surdo, e que a integração fosse uma realidade e não um sofrimento para estas crianças.

A criança surda é possuidora de tanto potencial como qualquer outra criança ouvinte, tem de ser estimulada e acompanhada, colocando-lhe cada vez mais e maiores obstáculos que terá de ultrapassar, tal como se faz com a criança ouvinte.

(Estas palavras soaram-me a utopia.)


Fiquei assim


De asism a 18 de Fevereiro de 2008 às 23:40
E não é que não tem nada de utópico. Gostei muito do último parágrafo (até o subscrevia).
Sobre a integração ... Isso vai ser uma batalha. E, como eu disse, depende muito do sucesso escolar deles. Mais batalhas. Esta associação vai ter que espadeirar muito


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

DIVERSIDADES

LUTAR PELOS DIREITOS DOS ...

BOM ANO DE 2010

HOJE HOUVE ELEIÇÕES

OS ALUNOS SURDOS NA TERCE...

JÁ SE ENSINA LINGUA GESTU...

RECOMEÇOU A ESCOLA

O CAMINHO FAZ-SE CAMINHAN...

REUNIÃO COM PAIS DE ALUNO...

ACTIVIDADES

arquivos

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds